sábado, 24 de julho de 2010

RECORDAÇÕES DE UMA INFÃNCIA INFELIZ !!!!!!


O seu nome era ''Maria''
Tinha 8 anos
Os olhos sempre inchados,
De tanto chorar e sofrer ...

Ela seria estúpida,
Ela devia ser má,
O que mais poderia ser?
Por seu pai ficar em tal estado?

Ela gostaria de ser melhor,
Gostaria de ser menos feia.
Talvez sua mãe pudesse aliviar seu sofrimento
Devia, dar-lhe mimos, mas não!! Ela tinha medo

Ela não podia falar,
Ela não podia fazer asneiras,
Ela não podia brincar,
Senão era castigada o dia todo, 2 ou 3 ou mais...

Quando acordava sentia-se só,
A casa estava escura, tinha medo!
Os seus pais não estavam lá....
Que fazer em tal escuridão ?

Quando sua mãe chegava,
Ela tentava ser meiga mas não podia,
Ela não queria e ela tinha medo muito medo
E a noite tornava-se num sobressalto

Não faças barulho! dizia sua mãe
Acabava de ouvir o pai chegar ,
O seu pai voltava do cinema,
Só tinha más palavras para dizer

Ele chamava-a.
Ela cerrava os braços, cruzava-os
Tentava esconder-se dos seus olhos loucos
Tinha ainda mais medo, assustava-se ...

Começava a chorar.
Ela encontrava-se a chorar,
Ele atirava-lhe com palavras más, duras
Ele dizia que não podia com elas as duas

Ele esbofeteava e batia-lhe,
E gritava com a Maria ainda mais,
Ela libertava-se e corria até à porta
Mas ela estava fechada !!!!.

A porta estava trancrada não podia fugir,
Ela encolhia-se toda parecia uma bola,
Ele agarrava nela e lançava-se desesperado.
Ela caía no chão quase sem sentidos, aterrorizada

O dia terminava sempre com más palavras...
Ela chorava muito!', ela gritava , de nada valia
Era tarde demais para evitar o ódio do seu rosto
O seu rosto tornava-se num ódio inimaginável.

O mal e as feridas marcavam,
'Meu Deus por favor, tem piedade de mim!
Faz com que isto acabe!' Solta-me,
Deixai-me fugir, eu quero fugir

E finalmente ele parava, ía para a porta,
Enquanto ela ficava deitada,
Imóvel no chão. !!!!!!!

Quem seria a Maria ?

ALERTA !!!
DÊEM MUITO CARINHO E MUITO AMOR A TODAS AS CRIANÇAS PARA NÂO SOFREREM COMO A MARIA!!!

2 comentários:

Maria da Graça disse...

Tantas Marias haverá por esse Mundo fora...
Tive uma infancia feliz, Graças a Deus. A todas as crianças desejo que tenham o minimo de AMOR para poderem ser felizes e fazerem os outros Felizes, tornarem um Mundo melhor.

fi5fatimabeco disse...

muito triste tua historia beijinhos